FRAMBOESA

Venda de mudas, produção de mudas, mudas para reflorestamento: jeriva, mudas de palmeira imperial, mudas de palmeiras triangular, mudas de coqueiro, mudas de coqueiro anão, mudas de palmeiras leque, mudas de palmeira fenix, mudas de arvores nativas, mudas de jabuticaba, mudas de jabuticabeira, mudas de arvores nativas, mudas florestais, mudas frutiferas.

ARVORE DE FRUTAS FRAMBOESA
MUDAS DE FRAMBOESA

Framboesa

Nome científico: Rubus idaeus

Família: Rosáceas

Nome comum: framboesa, framboeseira, frambueso (espanhol), raspberry (inglês)

Origem: Centro e Norte da Europa e parte da Ásia.

Descrição e característica da planta: a framboeseira é uma planta arbustiva, caule ereto, ramos armados de acúleos (acúleos – são espinhos facilmente destacáveis, semelhante aos da roseira), folhas compostas de 3 a 5 folíolos, flores brancas. Os ramos são conduzidos em suportes de arames, colocados a 0,60, 1,10 e 1,70 metro do solo, sistema esse conhecido como espaldeira. Esse sistema melhora a condução das plantas, o arejamento e a incidência da luz solar nas diferentes partes das plantas, facilita os tratos culturais, as pulverizações para o controle de pragas e doenças e principalmente a colheita de frutos. Os frutos maduros são aromáticos, adocicados, comestíveis, de coloração rosa-vermelha ou, raramente, variedades com produção de frutos com cores brancas, amarelas ou roxas. O que denominamos de fruto, é um agregado de 75 a 80 pequenos gomos, onde cada gomo constitui um fruto verdadeiro. A época da colheita é em dezembro a início de janeiro, nas condições brasileiras. Após cada colheita, todos os ramos que produziram devem ser eliminados através de poda, porque a frutificação ocorre nos ramos formados no ano. A eliminação de excesso de ramos, dos vigorosos que crescem na vertical (ramos ladrões), dos ramos secos e doentes, durante o desenvolvimento vegetativo, é fundamental para manter o seu vigor e boa produtividade. A planta se desenvolve e frutifica bem em clima frio a ameno, solos ricos em matéria orgânica e com boa fertilidade e disponibilidade de água durante o desenvolvimento vegetativo e frutificação. Existe grande variação na exigência de frio entre as variedades para que ocorra a frutificação. A propagação é feita através do enraizamento de estacas de brotações formadas a partir das raízes e dos ramos. As variedades mais recomendadas para as condições brasileiras são Heritage, September e Berkely.

Produção e produtividade: a produtividade normal é de 2 a 5 toneladas de frutos por hectare. Cada hectare tem uma área de 10.000 metros quadrados. Uma planta bem formada e conduzida adequadamente pode produzir 0,8 quilo por ano. No Brasil, a framboesa é produzida nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais, mas ainda em pequena quantidade.

framboesa
Utilidade: os frutos são consumidos ao natural ou preparados na forma de polpa congelada, sucos, geléias, xaropes e licores.

Classificação científica
Reino:
 Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Rosales
Género: Rubus
Espécie: R. idaeus
Nome binomial: Rubus idaeus

A framboesa (Rubus idaeus) é freqüentemente confundida com a amora (Rubus sp). Seu sabor suave e adocicado é utilizado para diversas finalidades.
Diferentemente da amora, a framboesa possui seu fruto oco e, além disso, seu cultivo é mais delicado. É necessário que a planta seja submetida a pelo menos 700 horas por ano a temperatura inferior a 7 ºC.

framboesa
Cultivo
A framboesa, por possuir grande capacidade de propagação, a cada três ou quatro anos, as touceiras precisam ser desmanchadas e as mudas transplantadas em outro local, para que a concorrência entre os ramos não afete a produção. Os frutos começam a aparecer um ano e meio após as mudas serem levadas para o local definitivo.
Após a época de frutificação, deve-se fazer o desbaste das plantas, retirando-se todos os galhos que produziram. O desponte (poda verde) deve ser feito quando as plantas atingirem entre 1,10 m e 1,20 m de altura.
A framboesa também se caracteriza por ser um pouco mais rasteira que a amora. Mesmo assim, não se recomenda a formação de parreiras, já que ela só produz nas extremidades do ramo. Deixá-la crescer no canteiro, desde que obedecidas as indicações de poda e desbaste, é a melhor solução para se obterem mais frutos. Outra recomendação importante para manter regular a produção é não deixar mais de 5 a 7 hastes por planta. Desse modo, conseguem-se frutos de maior tamanho.
Se o pH do solo estiver em torno de 5,0 a 5,5, não é necessário o uso de calcário. Abaixo disso, aplica-se o produto para corrigir sua acidez. Solos férteis também dispensam adubação química. Já para os mais fracos, recomenda-se o uso de 25 gramas de adubo à base de 10-20-10 (NPK), para cada metro quadrado de área plantada.

framboesa
Valor nutricional
Cada 100 gramas de framboesa (Rubus idaeus) contém:
Calorias - 57 kcal
Proteínas - 1 g
Gorduras - 0,2 g
Vitamina A - 130 U.l.
Vitamina B1 (Tiamina) - 25 mcg
Vitamina B5 (Niacina) - 0,45 mg
Vitamina C (Ácido ascórbico) - 28 mg
Cálcio - 35 mg
Fósforo - 30 mg
Ferro - 1,5 mg

Fontes: http://globoruraltv.globo.com/GRural/0,27062,LTP0-4373,00.html às 11:20 de 19 de abril de 2008.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Framboesa às 11:28 de 19 de abril de 2008. 



Mande um e-mail: florestamudas@gmail.com
Fone: (014) 3441-3501 - (011) 3042-7491